Nosso Blog

Bebidas que pigmentam os dentes

Chá, café, vinho e bebidas quentes propícias do inverno contribuem para dentes amarelados

O clima frio pede uma bebida mais quente. Ainda assim, quando se trata de chás, vinhos e café, é importante ficar atento. Isso porque os líquidos pigmentados podem favorecer a pigmentação dos dentes e comprometer o seu sorriso branco e saudável. 

Para evitar este cenário, o ideal é manter uma dieta mais balanceada. Você não precisa abolir todas as bebidas com colorações fortes, mas pode evitá-las ou adotar técnicas que ajudam a driblar as manchas, como o uso de canudo pois assim a bebida não entra em contato direto com os seus dentes, ou, realizar a higienização logo após o consumo, a fim de remover os pigmentos aderidos.  Além disso, é fundamental manter a profilaxia e a higienização dos dentes em dia, incluindo o uso de fio dental. Através da profilaxia (limpeza realizada no consultório) é possível realizar a remoção de pigmentos extrínsecos. 

Diferenças entre pigmentação extrínseca e manchas

Normalmente, os pigmentos de bebidas e alimentos causam as manchas extrínsecas, que são superficiais e saem com escovação ou limpeza no dentista. Nesse caso, o clareamento dental é uma solução que ajuda a renovar a branquitude dos dentes.

Já nas intrínsecas, há um processo de alteração da estrutura da dentina e/ou esmalte que permite que a mancha seja mais profunda.

O café, por exemplo, tomado sem açúcar ou com adoçante, só suja superficialmente os dentes, e é removido com a higiene bucal diária e a profilaxia. Já o café com açúcar promove descalcificação pelo acúmulo de placa e mancha mais. Além do açúcar, a acidez também prejudica os dentes. O vinho tinto e alguns chás mais escuros também podem escurecer os dentes superficialmente, mas bebidas mais ácidas, mesmo sem corantes, podem causar erosão com o tempo se consumidas em excesso.

Para a escovação, após a ingestão de alimentos e bebidas ácidas o ideal é aguardar 30 minutos após a ingestão, pois o processo é abrasivo e pode acentuar o desgaste. Além disso, após a ingestão deve-se lavar a boca com água pura para neutralizar o pH da saliva.

Quanto ao creme dental, não caia na falácia de produtos que prometem clarear os dentes. O ideal é consultar seu dentista para escolher a melhor opção.

Quando ir ao dentista:

Não espere se incomodar com a coloração dos dentes para aí então procurar uma clínica. É importante visitar o dentista pelo menos duas vezes por ano, pois só ele conseguirá fazer uma avaliação precisa, além de realizar a limpeza profissional, um tratamento seguro e eficaz para deixá-lo com aquele sorriso brilhante em todas as estações, sem abrir mão das suas bebidas preferidas.

Agende uma avaliação!

Está gostando do conteúdo? Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin