Nosso Blog

Câncer de boca: sinais, diagnóstico, causas, tratamento

O câncer da boca é um tumor maligno que afeta lábios, gengivas, bochechas, céu da boca, língua (principalmente as bordas) e a região embaixo da língua. É mais comum em homens acima dos 40 anos, sendo o quarto tumor mais frequente.

A demora pela busca do tratamento adequado é uma das causas da doença se encontrar em um estágio muito avançado, quando diagnosticada.

Pelo fato de o câncer surgir silenciosamente, os principais sinais que devemos ficar atentos são:

  • Aftas na cavidade bucal que não cicatrizam em até 15 dias;
  • Manchas brancas ou vermelhas nas gengivas, língua, lábios ou garganta;
  • Pequenas feridas, aparentemente superficiais;
  • Irritação na garganta ou sensação que algo está preso na mesma;
  • Estágios mais avançados, são acompanhados de dificuldade ou dor ao falar, mastigar e engolir. Além de dor em torno dos dentes, mau hálito e até perda de peso.

Ao persistirem esses sinais por mais de duas semanas, recomenda-se consultar um profissional para avaliar o grau da doença.

O Dentista exerce um papel primordial na prevenção do câncer de boca, principalmente quando atua nos níveis de prevenção primária e secundária, ao propor ações que facilitem o reconhecimento dos indivíduos pertencentes ao grupo de risco e ao realizar práticas que busquem diagnosticar precocemente as lesões, identificando as lesões do câncer apenas observando a boca.

No entanto, para uma confirmação, é comum pedir uma biópsia da lesão, com o intuito de identificar se existem células cancerígenas.

Caso sejam identificadas células tumorais, pode ser solicitada uma tomografia computadorizada para avaliar o grau de desenvolvimento da doença e identificar se existem outros locais afetados, além da boca.

É indicado que antes do paciente iniciar o tratamento oncológico seja feita a remoção de possíveis focos de infecção, como profilaxia, restaurações de lesões cariosas, dentre outros. Esses procedimentos são realizados para evitar infecções ou complicações infecciosas durante o tratamento.

Quais as causas do câncer de boca?

Os sintomas do câncer de boca surgem de forma silenciosa e, pelo fato de inicialmente não haver dor, a pessoa pode demorar para buscar tratamento, sendo a doença diagnosticada, na maioria das vezes, em estágios mais avançados.

Algumas das causas mais comuns para o surgimento do câncer de boca, são:

  • Fumar cigarro, cachimbo ou charuto, pois a fumaça contém substâncias cancerígenas. Além disso, o aumento da temperatura na boca facilita uma agressão da mucosa oral, que a torna ainda mais exposta a estas substâncias;

  • O excesso de bebidas alcoólicas;

  • Exposição solar nos lábios, sem proteção apropriada, como batons ou bálsamos com fator de proteção solar, afetando especialmente pessoas de pele clara, que trabalham expostas ao sol.

  • A má higiene bucal e o uso de prótese dentária mal adaptada também são fatores que facilitam o desenvolvimento de câncer na boca, por isso, é de extrema importância manter consultas regulares no dentista, além de limpezas de rotina.

Como é feito o tratamento do câncer de boca?

O tratamento para remover o tumor pode ser feito através de cirurgia, radioterapia ou quimioterapia. A escolha do melhor tratamento é feita de acordo com a localização do tumor, gravidade e se o câncer já se espalhou ou não para outras partes do corpo.

Não há evidências científicas de que o autoexame seja efetivo como medida preventiva contra o câncer de boca. A população em geral tem dificuldade em diferenciar lesões potencialmente malignas de áreas anatômicas normais. Assim, corre o risco de negligenciar as lesões perigosas, que podem levar ao diagnóstico tardio da doença.

Portanto, consulte seu dentista para monitoramentos regulares, os primeiros sinais do câncer de boca poderão ser identificados e tratados antes de evoluir para um quadro mais grave.

Agende uma consulta e mantenha sua boca sempre saudável!

📲 (47) 3338-1916 | Whatsapp (47) 99961-0533.

Está gostando do conteúdo? Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin