Nosso Blog

Próteses fixas e removíveis

Os protéticos odontológicos foram desenvolvidos para deixar o sorriso dos pacientes o mais natural possível.

Porém, existem diferenças estéticas entre os modelos disponíveis. 

Além disso, as estruturas removíveis apresentam um resultado inferior aos modelos fixos e ao implante dentário, por exemplo.

Apesar de terem um objetivo comum de restaurar o sorriso, esses recursos têm indicações e características distintas.

Prótese removível

Como o próprio nome indica, as próteses removíveis podem ser retiradas da arcada dentária para a higienização e até para dormir.

Quando o paciente perdeu toda ou grande parte da dentição, pode ser utilizada uma estrutura móvel. Essa prótese é feita em acrílico e reproduz o tamanho e o formato dos dentes naturais perdidos. Para o uso desse procedimento, é preciso considerar algumas condições anatômicas e fisiológicas do paciente:

  • O osso em contato com as bases de acrílico deve ter largura e altura suficientes para garantir o encaixe, bem como promover conforto durante o uso;
  • As gengivas precisam estar saudáveis, resistentes e sem problemas de crescimento, como as hiperplasias traumáticas ou a periodontite;
  • Os músculos da mastigação devem estar fortes para facilitar a movimentação da prótese.

Se o paciente conta com uma quantidade maior de dentes, o modelo mais utilizado é o parcial removível. Essa estrutura utiliza conectores que permitem o encaixe da prótese entre os dentes remanescentes, sem que sejam necessários um desgaste ou a extração dessa dentição.

Prótese fixa

Conhecida popularmente como “coroa” ou “jaqueta dentária”, essa prótese é utilizada quando um dente foi destruído pela ação da cárie. Caso a coroa natural do dente esteja inutilizável, o cirurgião-dentista, primeiro, realizará o tratamento de canal e, depois, cimentará a estrutura protética.

Em outros casos, a nova coroa de cerâmica ou resina será colocada sobre o dente sem a necessidade de outros tratamentos, a partir de um pequeno desgaste para facilitar o encaixe da prótese. Além de sua utilização para próteses fixas dentárias, esse tratamento é utilizado quando:

  • Dentes e gengivas de suporte não estão preparados para receber as próteses removíveis;
  • Existem limitações de mastigação e de fala durante o uso dos protéticos móveis;
  • O paciente tem fobias a procedimentos cirúrgicos mais complexos, como o necessário para o uso da prótese fixa total;
  • O tratamento será combinado com outras técnicas, como as facetas ou as lentes de contato dental.

Prótese fixa total

Nesse tratamento, é instalado um implante dentário sob o osso do maxilar, para substituir a raiz natural do dente perdido e reter a prótese. O procedimento é indicado no caso da perda de um ou mais dentes, especialmente quando o uso das próteses removíveis causa desconforto no paciente, que é a maioria dos casos que vemos aqui na Mordent.
Independentemente da técnica adotada, o procedimento odontológico é o mesmo. Depois de avaliar a saúde bucal e ouvir as expectativas do paciente, o dentista constrói um molde da arcada dentária e envia ao laboratório para a confecção da prótese. A duração depende do tipo de tratamento escolhido e da necessidade de outros procedimentos odontológicos antes da colocação das próteses.

O melhor acabamento estético é o dos implantes dentários. Isso é consequência do maior investimento dos laboratórios nessas técnicas e no desenvolvimento de novos materiais, proporcionando um resultado natural com durabilidade e conforto.

Higienização

Após as refeições, as próteses removíveis devem ser retiradas e enxaguadas com água corrente para a remoção dos resíduos de alimentos.

saúde bucal dos usuários de próteses fixas e implantes é garantida com a prática dos mesmos cuidados utilizados para a higienização dos dentes naturais, com o uso de escova, creme e fio dental.

Se você tem a necessidade de suprir alguma falta de dentes, entre em contato conosco, pois podemos te ajudar!

Telefone: (47) 3338-1916 | Whatsapp (47) 99961-0533.

Está gostando do conteúdo? Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin